Mudanças entre as edições de "Termostato de Nosé-Hoover"

De Física Computacional
Ir para: navegação, pesquisa
Linha 18: Linha 18:
 
E também são definidas as energia potenciais e cinética associadas a <math> s </math> como:
 
E também são definidas as energia potenciais e cinética associadas a <math> s </math> como:
  
<math> U_s = (N_f + 1)k_B </math>
+
<math> U_s = (N_f + 1)k_BTln(s) </math>
 +
e
 +
<math> K_s = \frac{1}{2}Q\dot s^2 = \frac{p_s^2}{2Q} </math>
  
 +
onde <math> Q </math> é entendido como a "inércia térmica".
  
 
== Resultados ==
 
== Resultados ==

Edição das 21h49min de 24 de maio de 2021

Grupo: Gabriel Azevedo, Rafael Abel e Thierre F. Conceição.

Termostato de Nosé-Hoover

O termostato de Nosé-Hoover é um algoritmo utilizado para simulação de dinâmica molecular. Este algoritmo utiliza um ensemble NVT, onde o número de partículas (N), o volume (V) e a temperatura (T) são mantidas constantes. Esse ensemble é relevante quando o sistema em estudo está em contato com um banho térmico[1].

A maneira que o algoritmo de Nosé-Hoover mantém a temperatura constante é a partir da adição de uma variável dinâmica fictícia (um "agente" externo), que atua sobre as velocidades das partículas no sistema, as acelerando ou desacelerando até que estas atinjam a temperatura desejada.

Método

Para entender o termostado de Nóse-Hoover, primeiramente será mostrado o termostato de Nosé.

Este termostato atribui coordenadas generalizados adicionais e o seu momento conjugado ao banho térmico. O fator é definido como um fator de escala das velocidades, onde:

E também são definidas as energia potenciais e cinética associadas a como:

e

onde é entendido como a "inércia térmica".

Resultados

Programas Utilizados

Referências

  1. https://www2.ph.ed.ac.uk/~dmarendu/MVP/MVP03.pdf