Gás de Rede 2D

De Física Computacional
Edição feita às 19h52min de 16 de agosto de 2020 por Pedhmendes (Discussão | contribs)

Ir para: navegação, pesquisa

EM CONSTRUÇÃO

Gás de Rede

O Modelo do Gás de Rede 2D consiste em um sistema de partículas da forma onde cada sítio da rede pode assumir o valor , ocupado por uma partícula, ou , não ocupado por uma partícula. A energia total do sistema é dada pelo Hamiltoniano do Gás de Rede, descrito pela equação

Onde o somatório é dado entre os quatro vizinhos mais próximos e é a constante de interação entre as partículas, para a interação é atrativa. Por se tratar de uma rede quadrada com sítios, apenas uma parcela da rede é ocupada por partículas, ou seja, possuímos uma densidade constante de partículas. Podemos expressar a condição da densidade constante da forma

Fazendo uma mudança de variáveis da forma saímos da situação de ocupação e não ocupação de sítios e obtemos variáveis do Modelo de Ising [1], spins Up e Down. A variável assume valor (up) quando o sítio esta ocupado por uma partícula e quando não está. Aplicando a mudança de variáveis no Hamiltoniano do Gás de Rede obtemos

Onde é o número de coordenação, isto é, o número de vizinhos próximos, neste caso são quatro. Utilizando a mesma mudança de variáveis a condição de densidade constante se torna

E aplicando no Hamiltoniano obtemos

Como , e são constantes, o segundo termo é constante. Definindo o Hamiltoniano se torna

A constante não influencia nos valores da medida, pois ela não aparece nos cálculos Erro de citação: </ref> de fechamento ausente para para a marca <ref>
Erro de citação: existem marcas <ref>, mas nenhuma marca <references/> foi encontrada